Início Esporte Anvisa: delegação argentina foi informada a tempo sobre irregularidade

Anvisa: delegação argentina foi informada a tempo sobre irregularidade

5 leitura mínima
0
0
27
#


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) afirma ter recomendado, em reunião ocorrida no sábado (4), a quarentena de quatro jogadores argentinos, ante a confirmação de que eles teriam prestado informações falsas ao entrarem no Brasil para partida válida pelas eliminatórias da Copa do Mundo. Na reunião, segundo a agência, estavam presentes representantes da delegação da seleção argentina de futebol.

Conforme previsto na Portaria Interministerial 655, de 2021, viajantes estrangeiros que tenham passagem, nos últimos 14 dias, pelo Reino Unido da Grã-Bretanha, Irlanda do Norte e Índia estão impedidos de ingressar no Brasil.

A partida foi paralisada ontem (5), após 5 minutos de seu início, depois dos quatro jogadores argentinos entrarem em campo, mesmo com a determinação da agência de que teriam de cumprir isolamento no hotel para serem deportados para a Argentina.

A agência acrescenta que, mesmo depois da reunião e da comunicação das autoridades, os jogadores argentinos teriam participado de treinamento ainda na noite do sábado. Diante da situação, na manhã de domingo, a Polícia Federal foi notificada.

A Anvisa afirma que “até a hora do início do jogo, esforçou-se, com apoio policial, para fazer cumprir a medida de quarentena imposta aos jogadores, sua segregação imediata e sua condução ao recinto aeroportuário”. As tentativas foram frustradas, desde a saída da delegação do hotel até antes do início do jogo.

“A decisão de interromper o jogo nunca esteve, nesse caso, na alçada de atuação da agência. Contudo, a escalação de jogadores que descumpriram as leis brasileiras e as normas sanitárias do país, e que ainda prestaram informações falsas às autoridades, isso sim, exigiu a atuação da agência de Estado a tempo e a modo, ou seja, de maneira tempestiva e efetiva”, complementa a nota.

A Anvisa acrescenta que os jogadores se recusaram a assinar a notificação entregue pelas autoridades presentes no estádio.

Fifa

A Fifa se pronunciou na manhã desta segunda-feira (6) sobre a suspensão do confronto entre Brasil e Argentina, no domingo (5), em São Paulo, pelas Eliminatórias, após agentes da Anvisa entrarem no gramado e interromperem a partida. A entidade que comanda o futebol mundial lamentou o ocorrido na Neo Química Arena e disse que irá analisar os relatórios oficiais do jogo para realizar uma investigação.

“A Fifa lamenta as cenas anteriores à suspensão da partida entre Brasil e Argentina pelas Eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2022, que impediram milhões de torcedores de desfrutar de uma partida entre duas das mais importantes nações de futebol do mundo”, disse a Fifa, em nota.

“Os primeiros relatórios oficiais da partida foram enviados à Fifa. Estas informações serão analisadas pelos órgãos disciplinares competentes e uma decisão será tomada no devido tempo”, completou a entidade.

 

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Kátia Alves
Carregar mais Esporte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 + quatro =

Verifique também

Como lidar com o estresse? 70% da população brasileira já apresentou sintomas relacionados

O Dia Nacional do Combate ao Estresse, comemorado nesta quinta-feira (23), alerta para os …