Início Economia CNC prevê maior número de vagas temporárias para o Natal dos últimos 8 anos

CNC prevê maior número de vagas temporárias para o Natal dos últimos 8 anos

3 leitura mínima
0
0
207
#


Segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o período do Natal de 2021 deve registrar  o maior número de contratação para vagas temporárias dos últimos 8 anos. O aumento é motivado pelo avanço da imunização contra a Covid-19 e retomada econômica.

A expectativa é que cerca de 94,2 mil trabalhadores contratados para atender ao aumento sazonal das vendas. Em 2020, a contratação de temporários para o Natal foi a menor em cinco anos ficando em 68,3 mil. A CNC prevê ainda aumento de 3,8% nas vendas natalinas, em comparação com mesmo período de 2020.

Para o presidente da CNC, José Roberto Tadros, a mudança de cenário renova a esperança dos varejistas.

“Os estabelecimentos comerciais estão voltando a receber um fluxo maior de consumidores e, consequentemente, têm registrado avanços sucessivos nas vendas desde abril deste ano”, afirma Tadros.

A previsão é que os maiores volumes de contratações deverão ocorrer nos ramos de vestuário (57,91 mil vagas) e de hiper e supermercados (18,99 mil). Segundo a Confederação, oito em cada dez vagas criadas devem ser preenchidas por vendedores (60,7 mil) e operadores de caixa (15,2 mil). Farmacêutico (R$ 3.373) e gerente administrativo (R$ 3.054) devem receber os maiores salários médios.

Já em relação a média salarial, os cálculos da CNC estima R$ 1.608, valor 5,1% maior em relação ao mesmo período do ano passado. Assim como em 2020, os maiores salários deverão ser pagos pelas lojas especializadas na venda de produtos de informática e comunicação (R$ 1.866) e pelo ramo de artigos farmacêuticos, perfumarias e cosméticos (R$ 1.647) – contudo, esses segmentos deverão responder por apenas 0,8% das vagas totais.

Ainda de acordo com a entidade, passado o período do Natal, a taxa de efetivação dos temporários deverá ser maior do que nos últimos cinco anos, com a expectativa de absorção definitiva de 12,2% desses trabalhadores.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Kátia Alves
Carregar mais Economia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito + onze =

Verifique também

Bolsonaro quer que Auxílio Brasil chegue a R$ 400, mas lançamento é adiado

Em reunião na tarde de segunda-feira (18) no Palácio do Alvorada, ficou decidido que não h…