Início Comércio Comerciantes do Grande Pirambu cobram a mais para vendas pagas com cartão

Comerciantes do Grande Pirambu cobram a mais para vendas pagas com cartão

3 leitura mínima
0
0
36

Quando pagamento é cartão de crédito preços de alguns comércios sobem sem prévio aviso. Procon Fortaleza diz que prática é abusiva.

Os consumidores do Grande Pirambu fazem as compras com cartão de crédito, débito ou dinheiro. Mas na hora da compra, que não deveria mudar nada, a não ser que o consumidor seja avisado antes do pagamento, é o valor. No bairro, por exemplo, algumas lojas e bares sobem os preços se o consumidor pagar com cartão de crédito ou debito sem ao menos avisar.

O Pirambu News percorreu lojas e bares da área comercial da comunidade e constatou que a cobrança diferenciada para quem paga no cartão de crédito ou debito é uma prática constante. Durante algumas compras, o fundador do projeto Pirambu News foi vitima de alguns comerciantes acrescentando dois a três reais a partir do momento que passava o cartão de debito na máquina.

Em um desses estabelecimento, o nosso fundador consumiu algo em torno de R$ 48 no cartão de debito. Porém, ao registrar o cartão do mesmo, o preço subiu para R$ 50,00 caso fosse quitado no dinheiro o valor seria de R$ 48,00 reais. Já no cartão de debito, em uma só vez, a cobrança seria de R$ 50 reais.

De acordo com a Fundação Proteção e Defesa ao Consumidor (Procon) Fortaleza, a ação é contrária à lei. “Essa prática é considerada abusiva desde que não seja avisada antes. O preço é um só e tanto faz se é em dinheiro vivo ou cartão. O consumidor não pode ser prejudicado por um custo do fornecedor, que é quem está ganhando dinheiro. Eles ganham mais repassando o custo que têm que pagar para administradores de cartões de crédito. Isso é ilegal”, afirma.

Redação Pirambu News

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Givanildo Oliveira
Carregar mais Comércio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 4 =

Verifique também

Empresário sai para caminhar e desaparece em Fortaleza

O empresário Antonio Tarcisio Araujo Rocha Filho, de 28 anos, saiu para caminhar no bairro…