Início Politica Conheça as propostas de 7 candidatos que disputarão vaga na Câmara

Conheça as propostas de 7 candidatos que disputarão vaga na Câmara

27 leitura mínima
0
0
325

Vinte e oito candidatos do Grande Pirambu disputarão o pleito para a Câmara Municipal de Fortaleza.

Faltando vinte nove dias para o primeiro turno das eleições municipais de 2020, o Pirambu News listou sete propostas dos 28 candidatos que concorrerão representando o Grande Pirambu na Câmara Municipal de vereadores de Fortaleza-CE. As sugestões foram enviadas pelas ás assessorias das campanhas de cada postulante.

Abaixo, você confere as sete propostas dos candidatos. A lista está em ordem de envio de cada candidato.

#ComAForçaDoPovo
#ComAForçaDoPovo

Gil Lyma (PSB)

1) – Posto de Saúde do Carlito Pamplona com ênfase em Fisioterapia e Fonoaudiologia.
2) – Drenagem nas ruas mais afetadas pelas chuvas no Carlito Pamplona e bairros adjacentes.
3) – Abertura da avenida Pasteur dando acesso ao bairro Ellery.
4) – Revitalização geral do mercado do Carlito Pamplona transformando em um mercado com programação cultural acoplada à pracinha do Carlito Pamplona. Música! Arte! Cultura! Esporte! Dança!
5) – Um projeto de castração para animais de rua. Campanhas de adoção de cães e gatos.
6) – Estudo técnico de criação de um equipamento o 1° Pipódromo em Fortaleza, local adequado e regulamentado para a prática de soltar pipas com oficinas e cursos profissionalizantes para crianças, jovens e adultos.
7) – Mais proteção para os idosos, lutar pela implantação de curso de formação de cuidadores e criar núcleos nos bairros com atividades, cursos e atividades.
8) – Lutar por mais dignidade e trabalho para o público LGBT. Criação do projeto Contrate um LGBT, um cadastro de profissionais de todas as áreas à disposição do mercado.
9) – Dialogar com comerciantes físicos e de plataformas digitais e achar soluções para melhorar seus negócios e dinamizar o comércio local.
10) – Mais lazer, cultura, saúde, educação e geração de emprego para o nosso povo.

 

Lenna Silva (PCdoB)

– Lutar para que a lei que garante a presença de Guias profissionais em atividades turistas seja cumprida
– Revitalizar os monumentos históricos e turísticos;
– Garantir estacionamento e parada reservada para o Ônibus de Turismo
– Criar o Polo Gastronômico na Vila do Mar;
– Buscar convênios que possibilitem aos idosos acesso gratuito a aulas de hidroginástica e aos jovens cursos profissionalizantes;
– Reativar a padaria do CSU Virgílio Távora para formação de profissionais em panificação;
– Projeto Ambulância da Comunidade;
– Ampliar o atendimento do projeto 4 Varas;
– Implantar o Gabinete Itinerante: visita sistemática as comunidades para escutar o povo e fiscalizar as obras do poder publico.

 

Socorro Lima (PSL)

MORADIA: Criação de projetos para que a população mais carente tenha acesso à moradia com dignidade e mantendo o morador no seu bairro de origem.

EMPREENDEDORISMO: Projeto de incentivo à economia local nos bairros carentes de forma que reduza as taxas e impostos.
Gerar novos postos de trabalho e novas fontes de renda.
Apoio ao Micro Empreendedor Individual (MEI), micros e pequenos empresários com cursos de qualificação e orientações para acesso ao crédito.

SANEAMENTO: Projeto para aumentar a rede de distribuição de água encanada, fornecimento e tratamento de esgoto.
(Cada um real investido em saneamento economiza nove reais em saúde.)
Fonte: Organização Mundial de Saúde – OMS

SOCIAL: Projetos de apoio e garantia dos direitos das crianças e dos idosos.

Art. 1º Parágrafo único. “Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição.”

 

DR Mardones (PSD)

1 – Lutar pelo desenvolvimento da periferia que historicamente tem sido esquecida pelos gestores municipais. Não podemos ser ingratos e não reconhecer os esforços que o nosso prefeito atual, Dr. Roberto Cláudio tem feito nesse sentido, porém, ainda estamos longe do ideal. Especificamente tenho em mente uma reforma no plano diretor da cidade para possibilitar o desenvolvimento da nossa Orla, mormente a Vila do Mar, para torna-la mais atrativa a investimentos e com isso melhorar as vidas da nossa população como um todo, tudo isso com a devida preocupação com o meio ambiente e com a população afetada, o que chamo de desenvolvimento sustentável.

 

2 – realizar um mandado itinerante e participativo, onde a população terá um canal direto com o parlamentar para apresentar suas ideias e demandas.

 

3 – Apresentar projetos na área social, beneficiando famílias de baixa renda e garantindo emprego e renda para os mais pobres.

 

4 – Priorizar a família como destinatária de projetos de politicas públicas visando a retomada da entidade familiar como tutora dos seus membros.

 

5 – Apresentar projetos que possibilitem a criação de políticas públicas que visem educar os jovens para o trabalho e resistência às drogas, inclusive tornando o programa PROERD, em convênio com a Polícia Militar, obrigatório na grade curricular do ensino municipal. (PROERD –  Programa Educacional de Resistência às Drogas).

 

6 – Apresentar emendas parlamentares para corrigir os problemas estruturais do nosso bairro que sofre a cada chuva com alagamentos, prejudicando a população que tem enfrentado doenças em virtude do acúmulo de águas das chuvas em suas ruas e casas, chegando algumas a perder móveis. Ressalte-se que a população do nosso bairro vem convivendo com esses alagamentos desde os tempos remotos, o que causa sérios prejuízos como desvalorização dos imóveis, dentre outros. Pretendo identificar os pontos mais vulneráveis, realizar estudo orçamentário para apresentar, aprovar e reservar valores no orçamento da prefeitura para a recuperação, construção, alargamento e expansão da malha de esgoto sanitário dessas ruas.

1 – inicialmente, acredito que a violência é resultado de uma educação deficiente, de famílias desestruturadas e da falta do poder público nas áreas mais vulneráveis. Portanto, melhoras nesses itens com a efetivação de políticas públicas voltadas para essas áreas, certamente estaremos prevenindo a violência. Isso se chama prevenção. Investindo na prevenção, certamente se estará evitando a repressão.

 

2 – No âmbito da repressão, quando o estado se faz presente para reprimir a violência, entendo que deve-se preparar a guarda municipal para atuar na segurança pública como força auxiliar, equipando-a  com equipamentos e viaturas modernos, além de capacitar o seu efetivo para a utilização de armas e combate à violência urbana, sem esquecer a remuneração justa.

 

3 – propor a ampliação do sistema de monitoramento eletrônico em toda capital, enfatizando nos locais mais vulneráveis.

 

4 – propor a adoção gradativa do cartão eletrônico como moeda oficial do transporte público. Esse cartão abrangeria todas as modalidades de passagens, Comum, Vale-Transporte, Escolar, Especial, Gratuito e Idoso. Cidades que adotaram esse sistema reduziram drasticamente os índices de roubos e furtos dentro dos transportes escolares, sendo que, em algumas delas, como por exemplo, a cidade de Campinas, no estado de São Paulo, esses índices foram zerados.

 

Algumas propostas para a Educação:

 

1 – Apresentar projetos para que o governo municipal incentive e conceda subsídios para a qualificação dos professores da rede de ensino municipal, com o intuito de facilitar aos profissionais da educação o acesso a cursos de especialização, mestrado e doutorado.

 

2 – apresentar proposta de revisão do plano de cargos e salários dos professores, contemplando e premiando aqueles que se destacarem na profissão.

 

3 – Defender a concessão de benefícios extra salariais aos professores e demais profissionais da educação, visando a complementação das suas remunerações, extensivos aos seus dependentes.

 

4 – Defender maior controle e fiscalização por parte da Secretaria de Educação do município para que acompanhe o desempenho escolar dos estudantes da rede municipal, podendo, inclusive, praticar exames periódicos para testá-lo e providenciar melhor aproveitamento escolar dos alunos.

 

5 – Propor a ampliação do sistema integral de educação, dotando as escolas de infraestrutura digna, alimentação adequada e transporte escolar seguro e eficaz.

 

6 – Defender o estreitamento das relações entre a escola e as famílias, com o intuito de fazer um melhor acompanhamento do aluno no seu cotidiano extraclasse, com o fito de proporcionar maior participação dos pais na educação dos seus filhos.

 

Propostas contra corrupção

1 – Apresentar projeto para a criação de um conselho de cidadania e fiscalização contra a corrupção e o desperdício do dinheiro público, órgão que será subordinado ao poder legislativo municipal, atuará nas comunidades para identificar e levar ao conhecimento dos parlamentares todas as denúncias de corrupção, desvios e má aplicação do dinheiro público. Os seus membros serão eleitos pelas comunidades, sem remuneração, para não onerar mais ainda a máquina pública.

2 – Propor uma reforma no Regimento Interno da Câmara para criar regras de conduta mais rígidas em relação a corrupção, falta de decoro e desvio de dinheiro público, com finalidade de punir com rigor e eficiência os que insistirem em transformar o mandato parlamentar em fonte de enriquecimento ilícito.

3 – Reformular o Código de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara para simplificar o processo de investigação e punição de parlamentares envolvidos em corrupção, falta de decoro e desvio de dinheiro público, respeitando os princípios constitucionais da presunção de inocência e do devido processo legal.

 

 

PROJETO PARA A FÁBRICA DE CERA.

 

Especialmente para a população do entorno da Fábrica de Cera Pontes e moradores das Praças Major Wilson, Coronel Melquíades, Dr. Amaury e Ruas Adjacentes.

Há muitos anos a Fábrica de Cera Pontes, situada na Rua Irineu de Sousa, nº 10 vem causando a nossa população sérios danos ambientais e de saúde pública. Portanto, quero me dirigir à população afetada por essa fábrica e dizer-lhes que, caso eleito vereador, pretendo  me empenhar junto com os moradores e a gestão para transferir a referida fábrica para um desses polos industriais e no seu lugar, pretendo lutar pela construção de uma policlínica ou algum equipamento que possa compensar a população pelos anos de exposição à poluição causada pela referenciada fábrica, quiçá um parque ou mesmo uma Escola profissionalizante. Em 2016 entrei com um processo civil público na Promotoria de Justiça do Meios Ambiente que tramitou sob o nº 2016/352560, qual restou arquivado por ter o Promotor entendido que a Fábrica apresentou toda documentação exigida para funcionamento. No entanto, após a intimação dos responsáveis e com a repercussão causada pelo processo, foram realizadas modificações na chaminé da Fábrica, porém, não resolveu o problema da população.

 

Portanto, pretendo, como prioridade do meu mandado como Vereador, empreender esforços para solucionar, definitivamente, esse problema histórico e proporcionar a essa população um ambiente mais saudável para viver.

Para tanto, pretendo, imediatamente após a posse, providenciar uma audiência pública com a participação de segmentos da população afetada, do Ministério Público, do Poder Judiciário, do Executivo e do Legislativo, além da participação dos responsáveis pela fábrica para, efetivamente, solucionarmos essa questão.

 

Quero ressaltar, no entanto, que minha intenção não é prejudicar a ninguém, nem os proprietários e muito menos os trabalhadores e suas famílias. Nosso anseio é que essa fábrica finalmente seja remanejada para outra localidade e no local seja construído algum equipamento que possa revitalizar e valorizar as moradias do seu entorno e consequentemente libertar a população dessa fumaça negra e fétida.

 

Daniel Balbino (PSB)

1- Creche em tempo integral até o infantil lV.
2- Incentivo aos empreendedores da periferia com valorização ao comércio local.
3- 30% das vagas de empregos nas empresas que prestam serviços a prefeitura, serão destinadas para pessoas desempregadas que moram próximo aonde a empresa vai atuar.
4 – Parceria público privado para a qualificação técnica por meios de cursos técnicos dentro das favelas.
5- Valorização da cultura de cada bairro de fortaleza, com incentivos para ampliação de oficinas culturais.
6 – Criar o projeto de lei que viabiliza a manutenção da infraestrutura da cidade, proibindo a prefeitura de passar mais de 20 dias para começar a solucionar um problema de infraestrutura na cidade.  7 – incentivo ao futebol e futsal feminino, com escolinhas apropriadas nas areinhas e quadras

Jorginho da JNet (PODEMOS)

1. telecomunicação:
Apresentar um projeto para normatizar os carros de telecomunicação para livre estacionamento e parada, para que possam prestar serviço aos clientes. (já possui uma lei para carro fortes e serviço elétrico, podemos utilizar como jurisprudência para veículos de telecomunicação)
2. segurança:
Apresentar projeto lei orgânica para cobrar as empresas prestadoras de serviço de segurança mais qualidade nos equipamentos do vigilantes, além de treinamentos constantes, essa categoria não possui assistências necessário pelo risco que tenha no seu dia a dia de trabalho. Pretendo contribuir para melhorar a categoria;
3. melhoria da renda básica do Garçom:
Normatizar junto ao sindicato dos garçons, um piso salarial, devendo ter como obrigatoriedade o salário base.
Essa bandeira que vou lutar, pela classe trabalhadora que quase ninguém ver falar, os garços, que a maioria não possui uma renda básica fixa respeitadas, a maioria trabalha apenas por comissão, ou seja, não se tem o salário base respeitado, então devemos cobrar fiscalização e cobrar dos empresário donos de bares e restantes que respeitem a legislação trabalhista;
4. Lutar para ampliação da acessibilidade dentro do nosso bairro Pirambum e adjacentes para pessoas idosas e pessoas com necessidades especiais de locomoção, pois verificamos que os bairros nobres da cidade possui toda estrutura de acessibilidade e que muitas vezes nem é usada, enquanto os bairros de periferia onde as pessoas que realmente precisam não se tem esse projeto. por exemplo, a implantação de dispositivos de acessibilidade (rampas, corrimãos, placas de sinalização, dentre outros), indispensáveis a toda construção.

 

Neuma Maria (PROS)

● Projetos sociais para retirada de crianças e adolescentes da rua e conduzi-los ao ensino poliesportivo;

● Melhoria da pavimentação e sinalização das ruas e avenidas do bairro;

● Ponto de apoio ao cidadão, para orientação a respeito dos processos de emissão de identidade, carteira de trabalho, título de eleitor e CNH;

● Melhoria dos pontos de saúde, focando sempre no atendimento e o abastecimento dos materiais de alta demanda.

 

 

Por: Givanildo Oliveira-comunicador do Pirambu News

 

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Givanildo Oliveira
Carregar mais Politica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 3 =

Verifique também

Pix poderá ser usado para recolhimento do FGTS

A nova possibilidade poderá ser usada em 2021 O Banco Central (BC) anunciou hoje (22) que …