Início Desemprego Diferente do ministério, IBGE aponta alta na taxa de desemprego no Ceará

Diferente do ministério, IBGE aponta alta na taxa de desemprego no Ceará

3 leitura mínima
0
0
28
#


Ceará bateu recorte na taxa de desemprego no primeiro trimestre de 2021, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados na manhã desta quinta-feira (27), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com o IBGE, a taxa de desocupação no Ceará ficou em 15,1%. O que em comparação com os dados do quarto trimestre de 2020 que era de 14,4%, houve um aumento de  0,7 ponto percentual. Os números são bem diferentes dos divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério da Economia que mostrava um avanço na abertura de novos postos de trabalho no Ceará.

Segundo dados do Caged, no mês de abril, o Estado abriu 3.297 novos postos de trabalho com destaque para o setor de serviços com 3.661 vagas, seguido da construção civil com 409, comércio com 178 e agropecuária com 121.

A diferença na análise dos órgãos não para só nos números. Enquanto o Caged considera apenas os trabalhos de carteira assinada, o IBGE considera também os trabalhos informais.

Números nacionais

A taxa de desocupação no Brasil subiu 0,8 ponto percentual e fechou o primeiro trimestre de 2021 em 14,7%, na comparação com o último trimestre do ano passado, quando o indicador estava em 13,9%.

Segundo os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, divulgada nesta quinta-feira (27) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), são 880 mil pessoas a mais que estão sem ocupação, totalizando 14,8 milhões em busca de emprego.

O contingente de pessoas ocupadas, de 85,7 milhões, ficou estatisticamente estável na comparação com o último trimestre de 2021 e o nível de ocupação caiu 0,5 ponto percentual, para 48,4%. De acordo com Adriana, o nível de ocupação está abaixo de 50% desde o trimestre encerrado em maio do ano passado, ou seja, há um ano menos da metade da população em idade para trabalhar está ocupada.

 

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Kátia Alves
Carregar mais Desemprego

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × dois =

Verifique também

PF deflagra Operação Policial Colosseum que investiga fraudes e corrupção em obra do estádio Castelão

A Polícia Federal deflagrou a Operação Policial Colosseum, na manhã desta quarta-feira (15…