Início Educação Escolas particulares retornam com novas turmas a partir de hoje

Escolas particulares retornam com novas turmas a partir de hoje

5 leitura mínima
0
0
54

As escolas estão equipadas com EPI’s, totens de álcool em gel, tapetes sanitizantes, distanciamento de 1,5m, aferição de temperatura, máscaras, placas e adesivos marcadores de distância

Após o retorno das creches e pré-escolas, com 30% da capacidade das turmas, no final de agosto, as escolas da Rede Particular da Capital se preparam para retomada de novas turmas a partir do dia 1º de outubro. Nesta nova fase está permitida a volta de 35% dos 1º, 2º e 9º anos do Ensino Fundamental; de 35% do 3º ano do Ensino Médio, incluindo educação profissional; e de 35% da Educação de Jovens e Adultos (EJA). Já para as instituições de Ensino Infantil, foi autorizada a ampliação do limite de 35% para 50% da capacidade.

O Sindicato dos Estabelecimentos Particulares do Ensino do Ceará (Sinepe CE) diz que 150 estabelecimentos estão preparados para seguir os protocolos sanitários de prevenção ao coronavírus. Elas enviaram requerimentos para testagem de Covid-19 em seus profissionais. Medida esta exigida pelo Governo do Estado em seu protocolo. Já foram testados 4.913 profissionais antes da volta da Educação Infantil; e mais recentemente outros.

Segundo Andréa Nogueira, presidente do Sinepe-CE, as escolas estão equipadas com EPI’s, totens de álcool em gel, tapetes sanitizantes, distanciamento de 1,5m, aferição de temperatura, máscaras, placas e adesivos marcadores de distância. “Outro cuidado é a testagem dos profissionais da educação, conforme o decreto que orienta que os profissionais devem ser convidados a realizar o teste. Para realizar o teste, os profissionais da educação devem se cadastrar em digital.saude.ce.gov.br/educacao/#/login, após o cadastro ele é direcionado para uma das unidades que estão fazendo a testagem: UniChristus, UniAteneu Messejana, UniAteneu Antônio Bezerra, UniFametro, Unifor e Faculdade Paulo Picanço”, ressalta.

Ela pontua, que a primeira etapa do retorno, há quase um mês, mostrou que a experiência teve êxito e foi um aprendizado para as instituições de ensino. “As escolas estão preparadas para o retorno desde o fim de julho, tanto em estrutura quanto nas informações para os funcionários e famílias”.

Andréa assevera que para acessar as aulas presenciais serão obedecidos todos os protocolos necessários e conforme orienta o decreto, entre eles; Adaptar horários de entrada, saída e intervalo das aulas para evitar aglomerações; entre outras medidas. “Importante destacar que alunos com comorbidades serão orientados a continuar com o ensino remoto. E todos os professores que se enquadram no grupo de risco serão encaminhados para as aulas remotas. Os demais funcionários que também integram o grupo de risco serão direcionados para o teletrabalho.

Por: Marcelo Raulino/ Câmara Municipal de Fortaleza

Foto: Érika Fonseca

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Givanildo Oliveira
Carregar mais Educação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove + 20 =

Verifique também

Pix poderá ser usado para recolhimento do FGTS

A nova possibilidade poderá ser usada em 2021 O Banco Central (BC) anunciou hoje (22) que …