Início Inclusão Social Rede de shoppings aposta em inclusão social

Rede de shoppings aposta em inclusão social

5 leitura mínima
0
0
38
#


Uma rede de shoppings, que atua em vários estados do Brasil e em Fortaleza tem empreendimentos em bairros como São Gerardo, Jóquei Clube e Sapiranga, tornou as plataformas digitais de 22 shoppings do grupo ainda mais acessíveis e é a primeira administradora a adotar sistemas de tradução em Libras e audiodescrição em seus sites, bem como o uso da hashtag #PraTodosVerem nas redes sociais dos empreendimentos da companhia.

Foto: Ascom Divulgação

O intuito é tornar atividades simples, como checar qual filme está passando no cinema, obter informações sobre lojas, restaurantes ou ainda saber como chegar ao shopping mais fácil para pessoas com deficiência. Hoje, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 10 milhões de brasileiros possuem deficiência auditiva e mais de 3,6% da população do país tem alguma deficiência visual, de acordo com o censo de 2020 do Ministério da Saúde.

“O que poucos sabem é que cerca de 80% dos surdos do mundo não compreendem as línguas faladas e dependem da linguagem de sinais para se comunicar. Num contexto de pandemia em que o mundo vive uma profunda transformação, entendemos que nossos shoppings precisam ir além e promover inclusão digital”, afirma Sara Dantas, gerente de Marketing Regional da rede de shoppings.

Foto: Ascom Divulgação

Mais do que uma transformação digital, a iniciativa faz parte de um movimento maior da rede de shoppings. A empresa, desde junho de 2021, possui um Comitê de Diversidade & Inclusão composto por colaboradores voluntários que pretendem revisar políticas, rever processos e promover um ambiente de trabalho mais inclusivo.

Hugo e Maya

Ao todo, 23 sites do grupo, incluindo o da Ancar Ivanhoe, terão o plugin de acessibilidade idealizado pela Hand Talk (https://handtalk.me/br). A ferramenta traduz todo o conteúdo dos sites na Língua Brasileira de Sinais (Libras) por meio de carismáticos tradutores virtuais, o Hugo ou a Maya. O Hand Talk é uma plataforma que converte em tempo real conteúdos do português para libras, seja ele digitado, falado ou até fotografado. Dois simpáticos personagens animados, Hugo e Maya, auxiliam a acessibilidade por meio do tradutor para sites e também um aplicativo. Com apenas alguns cliques e com livre acesso para o público, o Hand Talk agrega um serviço completo e inovador, agindo em prol da acessibilidade e promovendo a comunicação sem fronteiras.

#PraTodosVerem
As redes sociais dos shoppings também vão passar por uma reformulação e utilizarão a hashtag #PraTodosVerem. A hashtag tem função educativa e inclusiva. Criada para que os usuários se dessem conta de que pessoas com deficiência estão nas redes sociais, é muito bem usada para descrever imagens em plataformas que não dispõem do recurso de texto alternativo.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Kátia Alves
Carregar mais Inclusão Social

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze − 3 =

Verifique também

PF deflagra Operação Policial Colosseum que investiga fraudes e corrupção em obra do estádio Castelão

A Polícia Federal deflagrou a Operação Policial Colosseum, na manhã desta quarta-feira (15…