Início Familia Relação pai e filho: um elo de amor

Relação pai e filho: um elo de amor

8 leitura mínima
0
0
64

Exemplos de pais que se reinventam, que se fortalecem com a criação dos filhos.

Com a evolução da sociedade e das gerações verificou-se uma reconfiguração do modelo familiar. O tradicional, pai e mãe constituindo uma família, não é mais o único vivenciado. Em comemoração ao Dia dos Pais fomos conhecer um pouco da história de alguns personagens que ilustram essa nova composição. As mudanças mostram que a fórmula continua a mesma independentemente de como se apresenta. O amor mútuo entre pais e filhos é o cultivo para florescer afeto e respeito.

O Tribunal de Justiça da 3ª Vara da Infância e da Juventude de Fortaleza, especializado em adoção, evidencia mudanças nas estruturas familiares e percebe o crescimento da fila de adoção por parte de homens solteiros, homossexuais, divorciados, assim como de casais. Atualmente, em Fortaleza, há 323 famílias habilitadas para adoção. Do total, 49 são pessoas solteiras, 6 divorciadas e 2 viúvas.

Fonte: Tribunal de Justiça da 3ª Vara da Infância e da Juventude de Fortaleza.

Laços que unem

A figura paterna tem um importante papel na vida do ser humano. É no pai que temos o apoio e o exemplo durante a vida. O carinho, a brincadeira, a primeira bronca, são tarefas que fazem parte do aprendizado. No processo da vida, as ações se tornam marcantes e as lembranças ficam para sempre. Elas se tornam verdadeiras memórias afetivas entre pais e filhos. Um elo repleto de amor.

“Ser pai de menina é passear com a mulher mais bela do mundo. Muito além disso, é saber cuidar de alguém forte e frágil. É querer que ela fique para sempre debaixo das suas asas. É saber fazer penteados, ou pelo menos um rabo de cavalo. É aprender a enorme diferença entre rosa e o pink”, disse todo orgulhoso o pai da Nina, fruto do relacionamento de 17 anos de Alcimar Leite e Sheila Mourão.

Pai de Guilherme, 13 anos, Cícero Júnior se mantém próximo ao filho em todos os momentos. Separado desde os 4 anos de Guilherme, ele não abriu mão de educar e prestar apoio mesmo não morando com ele na mesma casa. A presença do filho é compartilhada aos finais de semana, datas comemorativas e férias. “Meu filho é minha vida. Estar com ele, vê-lo crescer, educá-lo e prepará-lo para a vida é um papel que não abro mão. Quero participar de todos os seus momentos. Tenho sorte em tê-lo em minha vida”, relatou Cícero.

“Ele é uma criança que tem Asperger, um autismo leve, com ele é tudo diferente de qualquer criança tachada de normal”, disse Carlos Alberto Pinheiro, supervisor de planejamento. Pai de Enzo Gabriel Rodrigues, 13 anos. Ele reforça que os cuidados com o filho precisam ser redobrados. “Quando chego do trabalho vou ver como ele está e já preparo as aulas de vídeo da escola, pois não tenho como acompanhar on-line devido o meu compromisso profissional. Ele passa o dia brincando, vendo vídeos, desenhando, tudo na presença dos meus pais. Quando estou em casa a atenção é toda dele, evidenciou o supervisor.

Autodeclarada como pãe, a jornalista Lígia Xavier, mãe do pequeno Benjamin de 1 aninho, representa muito esse duplo papel que várias mulheres vivenciam. “O que o ser humano precisa na verdade é de amor e isso o meu filho tem de sobra. Eu me considero pãe, mas não vou ser hipócrita de achar que ele não precise de um pai. Em alguns momentos faz falta sim”, comentou.

Solteiro, homossexual, Ivan Nogueira Rodrigues, pai de Zayron Levi Nogueira de 5 aninhos, expõe como é exercer a paternidade. “Não existe coisa melhor no mundo do que ser pai. O Zayron chegou na minha vida ainda recém-nascido e ele me completa. Por ser homossexual enfrentei muito preconceito no começo. Ouvia algumas piadas do tipo: quando ele crescer será igual a você ou que iria ensiná-lo a ser homossexual. Com o tempo a vida vai ensinando ele a seguir o que ele quiser ser. Hoje não escuto mais nada. Já se acostumaram”, disse.

Confira matéria especial exibida pela TV Fortaleza

Por: Rochelle Nogueira / Câmara Municipal de Fortaleza
  • Conheça as 5 famílias que controlam o mundo

    Acredita-se que no Renascimento modelos políticos e econômicos levaram à criação de entida…
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Givanildo Oliveira
Carregar mais Familia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − 16 =

Verifique também

Globo aciona STF contra proibição de divulgar documentos sobre Flávio Bolsonaro

A alegação de que o feito tramita em segredo de justiça não é suficiente para impedir a di…