Início Cidadania Tensão entre EUA e Irã: Será que estamos Salvos?

Tensão entre EUA e Irã: Será que estamos Salvos?

6 leitura mínima
0
0
4

Para quem achava que 2020 viria para completar uma década sem fortes emoções, estava muito engando.

Um dos principais assuntos comentados nos principais veículos de comunicação mundial é sobre a tensão entre os Estados Unidos e Irã, após ataque autorizado em 02 de janeiro de 2020 por Trump no aeroporto de Bagdá ocasionando a morte de Qassem Soleimani, general da Guarda Revolucionária do Irã, um dos homens mais influentes do país, no ataque outras sete pessoas morreram.

É sobre esse assunto o artigo de opinião do quadro : Momento Escolar Pirambu News esse é o momento onde os jovens terão espaço para desenvolver  o pensamento crítico  Nossas postagens são feitas quarta e domingo e no Momento Escolar  confira o artigo de Ana Beatriz Coelho – Estudante-  3 ano do ensino médio da EEFM Flávio Marcílio. Boa leitura!

EUA X IRÃ
    O principal assunto da semana foi sobre o ataque dos Estados Unidos ao aeroporto de Bagdá e uma possível guerra nuclear.
   A possibilidade de ocorrer uma terceira guerra mundial foi levantada por internautas brasileiros na manhã desta sexta-feira (3), após os Estados Unidos confirmar que um bombardeio matou um general iraniano e o país do oriente médio promete “forte vingança”.
   A verdade, é que os Estados Unidos tem um grande poder político e bélico.É importante ressaltar,que ele faz parte dos cincos membros permanentes da ONU.Com esse cargo,seu poder é ainda mais elevado.Desta forma,uma terceira guerra só poderia acontecer com a concordância de todos os cincos membros (Rússia, Inglaterra, França, china e  Estados Unidos). Então,a “futura” terceira guerra, talvez,não está tão próxima.Mas, isso não nós dar o direito de esquecer esse  assunto,pois o país americano disse em sua defesa que atacou para defender-se  do terror. Ressalto que está não é uma resposta consistente.
   Toda via, não podemos esquecer que existe uma linha cronológica de desentendimento entre Estados Unidos e Irã.como,em 1953 que o chefe de governo do Irã,Mahammed Massadegh é derrubado,com a colaboração dos serviços secretos da  Embaixada americana e do Reino Unido,com o fim de evitar a estatização das jazidas de petróleo.Já em 20 de janeiro de 1981 os 52 reféns restantes são libertados da embaixada  Teerã.
  E,mais recente,em 8 de abril de 2019, Washington classifica a guarda revolucionária Iraniana como organização terrorista.
   Na maioria das vezes esses conflitos estavam ,diretamente,ligados a interesses políticos e comercias,mas sempre existia uma segunda explicação,para tais ataques,vinda do país americano, que pronunciava os motivos para tal ação em proteção a sua pátria.
   Entretanto,fica claro,que não é apenas a pátria americana o principal motivo para seus ataques que fizeram milhares de mortes.
   Desde a ascensão do capitalismo, percebemos o país americano se envolvendo em escândalos,mas sempre negando sua ação em função de interesses comercias.Sempre existirá um motivo para os Estados Unidos atacar outros países e deixar suas populações sofrer as consequências.
Ana Beatriz Coelho
EEFM Flávio Marcílio.
credito kkkguiadoestudante akbril.jpg
IrãXEUA – Reprodução Internet

Publicado por jornalista Aline Herculano – Pirambu News – 12-01-2020- Fortaleza-Ce

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Givanildo Oliveira
Carregar mais Cidadania

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 2 =

Verifique também

Eleições: candidatos agora só podem ser presos em flagrante

Regra vale até 48 horas após o pleito A partir deste sábado (31), nenhum candidato às elei…