Início Educação UFC distribui chips de internet para alunos mais vulneráveis

UFC distribui chips de internet para alunos mais vulneráveis

4 leitura mínima
0
0
48

A ação torna acessível os conteúdos acadêmicos dados de forma remota durante o enfrentamento à pandemia da Covid-19.

Estudantes da Universidade Federal do Ceará em Fortaleza começam a receber os chips de internet móvel nesta segunda-feira (20). A iniciativa faz parte da ação Inclusão Digital e visa democratizar o acesso à internet de alunos mais vulneráveis para a conclusão do semestre letivo 2020.1, através do conteúdo acadêmico disponibilizado remotamente. Ao todo serão 6 mil chips entregues.

Os chips (3G/4G) terão 20 GB de dados de Internet por mês, com validade de julho a dezembro deste ano. A distribuição ocorrerá na Reitoria da UFC entre segunda e terça-feira, conforme agendado por e-mail com os alunos contemplados pelo benefício, evitando aglomerações.

Segundo a Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (PRAE), que coordena o processo, há marcações no local para garantir o distanciamento necessário nas entregas. Os servidores utilizam álcool em gel e protetores faciais Face Shields (que preservam o rosto inteiro). Além do documento com foto, os alunos devem levar uma caneta própria. O uso de máscara é obrigatório.

Orientações de uso

Com o objetivo de orientar o uso e a capacidade dos chips de internet móvel para o acompanhamento do conteúdo acadêmico remoto, a Escola Integrada de Desenvolvimento e Inovação Acadêmica (EIDEIA) e a Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD) elaboraram um documento com diretrizes direcionadas a alunos e professores, no âmbito do Programa de Apoio e Acompanhamento Pedagógico (PAAP).

Para os estudantes, a intenção é orientar como utilizar os chips de maneira satisfatória, evitando que o plano de dados de 20 GB se esgote antes da renovação automática mensal. E aos professores, alertar para a capacidade no momento de planejar as aulas e demais conteúdos acadêmicos.

Segundo lote

O resultado final das pessoas contempladas para a distribuição do segundo lote será divulgado em 29 de julho. Nesta fase, o público-alvo são alunos de cursos de graduação e de pós-graduação. Serão

Dentro do total de 6 mil chips, 4.936 são entregues no segundo lote. 3.952 em Fortaleza, 92 em Crateús, 312 em Quixadá, 212 em Russas, e 368 em Sobral.

Com informações da Universidade Federal do Ceará

Por:  Ana Clara Cabral / Câmara Municipal de Fortaleza

Foto: Érika Fonseca

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Givanildo Oliveira
Carregar mais Educação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 + 3 =

Verifique também

Empresário sai para caminhar e desaparece em Fortaleza

O empresário Antonio Tarcisio Araujo Rocha Filho, de 28 anos, saiu para caminhar no bairro…