Início Cidade Vias do Centro recebem novo limite de velocidade

Vias do Centro recebem novo limite de velocidade

4 leitura mínima
0
0
52
#


As ruas de baixa velocidade salvam vidas e protegem todos os que as utilizam(Foto: Thiago Gaspar).

Como parte da Área de Trânsito Calmo do Centro, a Prefeitura de Fortaleza segue implantando novo limite de velocidade de 30 km/h em vias do bairro. O objetivo é preservar a segurança do pedestre, um dos usuários mais vulneráveis a acidentes que correspondem a 31% dos óbitos registrados no ano passado.

Planejada pela Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), a readequação contempla as ruas situadas dentro do quadrilátero da Duque de Caxias, Imperador, João Moreira, Conde D’eu  e Sena Madureira, além de trechos da Senador Pompeu e Barão do Rio Branco. Vias como Imperador e Duque de Caxias terão velocidade de 50 km/h.

A previsão é de que placas e sinalização horizontal estejam concluídas até o dia 15 de julho. A partir dessa data será dado um período educativo de seis meses para os motoristas se adaptarem à mudança.

“A área central é considerada um importante polo gerador de tráfego pela oferta de comércios e serviços. Registramos nos últimos cinco anos 5.493 mil acidentes por lá. Deste total, 439 foram atropelamentos. 2.838 pessoas ficaram feridas e 47 perderam a vida neste período. Diariamente são realizadas 216 mil viagens, sendo 66% realizada a pé, de ônibus, bicicleta e metrô, fatores que justificam nossas intervenções”, explica a superintendente do órgão Juliana Coelho.

Menor gravidade

As ruas de baixa velocidade salvam vidas e protegem todos os que as utilizam, especialmente os mais frágeis, como pedestres, ciclistas, crianças, idosos e pessoas com deficiência.

Estudos mostram que a partir de 80 km/h é praticamente impossível para um pedestre sobreviver a um acidente. A uma velocidade de 30km/h, o risco de morte de quem anda a pé é reduzido para 10%.

Em Toronto, no Canadá, os acidentes de trânsito caíram 28% desde que os limites de velocidade foram reduzidos de 40 para 30 km/h, o que levou a uma redução de ferimentos graves e fatais em dois terços. Na Colômbia, por exemplo, as fatalidades no trânsito também reduziram 32%.

A previsão é de que placas e sinalização horizontal estejam concluídas até o dia 15 de julho

Por Prefeitura de Fortaleza

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Redação Pirambu News
Carregar mais Cidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + 11 =

Verifique também

Papa diz que jovens estão nas redes sociais, mas são pouco sociáveis

Ele encerrou hoje visita à Grécia. Antes, esteve no Chipre(Foto: Agencia Lusa/EPA/Pool/Ale…