Connect with us

Hi, what are you looking for?

Pirambu News | Notícias, análise e matérias exclusivasPirambu News | Notícias, análise e matérias exclusivas

Brasil

Governo deve incluir mais 804 mil famílias no Auxílio Brasil em setembro

O governo Jair Bolsonaro (PL) prepara a inclusão de mais 803,8 mil famílias no Auxílio Brasil a um mês das eleições. Com isso, o número de domicílios beneficiados deve subir para mais de 21 milhões em setembro.

A nova rodada de inclusão de famílias não foi explicitada pelo governo quando houve a negociação do espaço adicional no Orçamento com o Congresso Nacional por meio da PEC (proposta de emenda à Constituição) “das bondades”. A proposta atropelou a legislação orçamentária e eleitoral para autorizar um furo no teto de gastos e uma ampliação de despesas sociais em meio à corrida presidencial.

Na época, as projeções iniciais indicavam que o número de atendidos chegaria a 19,8 milhões. Depois, a Caixa informou que a primeira leva de inclusões resultou em um público de 20,2 milhões de famílias contempladas pelo programa -um acréscimo de 2 milhões em relação ao público atendido anteriormente à PEC, de cerca de 18 milhões.

O próprio governo calcula agora que a quantidade de beneficiários chegará a 21,6 milhões até o fim do ano. Isso significa, na prática, que a PEC abriu caminho para a inclusão de 3,5 milhões de famílias até dezembro.

A previsão foi feita pelo próprio Ministério da Cidadania e incluída, sem alarde, na exposição de motivos da Medida Provisória (MP) que abriu o crédito extraordinário de R$ 26 bilhões para bancar a ampliação do programa no segundo semestre do ano.

“Deste total, 2.049.513 famílias seriam inseridas no programa imediatamente no mês de agosto e as outras 1.450.000 famílias terão acesso no decorrer dos meses subsequentes”, diz o texto.

Manobra faz concessão superar fila do Auxílio Brasil

A estratégia permite ao governo manter a fila do Auxílio Brasil zerada durante a campanha eleitoral, uma vez que o número supera até mesmo a fila de espera reconhecida pelo Ministério da Cidadania -ela chegou a um pico de 1,6 milhão de famílias no mês de julho.

A PEC autorizava a inclusão das “famílias elegíveis na data de promulgação desta Emenda Constitucional”, mas a pasta está adotando uma visão mais ampla do critério. O texto foi promulgado em 14 de julho, mas quem foi habilitado depois dessa data está sendo incluído porque, no entendimento da Cidadania, elas já era elegível antes e sua habilitação ainda dependia da regularização do cadastro.

O aval dado pelo Congresso foi comemorado pela campanha de Bolsonaro -o programa social faz parte da estratégia de tentar reduzir a vantagem de Lula na preferência de eleitores que recebem a transferência de renda.

 

FONTE: OTEMpo

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Em alta

Fortaleza

Outra medida para otimizar os atendimentos pediátricos é a ampliação de leitos contratualizados no Sopai, para casos em que haja necessidade de internação

ANÁLISE POLÍTICA

A vereadora Estrela Barros (Rede) tem enfrentado críticas depois dos discursos realizados na Câmara de Vereadores de Fortaleza.  Logo que deixou a base do...

Fortaleza

No primeiro lote do Vale Gás Social de 2023, Fortaleza recebeu mais de 21 mil tíquetes, que deverão ser entregues até o dia 14...

Grande Pirambu

A lotérica Casa da Sorte anunciou que vai mudar de endereço a partir do dia 14/01. Após quase 10 anos de operação no bairro...

Copyright © 2023. Todos os direitos reservados. PIRAMBU NEWS COMUNICACAO E PRODUTOS LTDA | CNPJ: 47.694.733/0001-37 R GUILHERME ROCHA 1535 SALA 10 - FORTALEZA-CEARÁ REDACAO@PIRAMBUNEWS.COM.BR CONTATO 85 99631-2719